top of page

NOTÍCIAS DA ACE

A ACE na 77ª SOEA e 11ª CNP, em Goiânia


Os assuntos que interessariam mais diretamente à ACE durante a SOEA se orientaram aos contatos referentes às Entidades Precursoras; estas precederam ao Sistema CONFEA CREA, ou seja, carregaram os profissionais até sua regulamentação legal. Atualmente tentam ser melhor tratadas pelo Sistema tendo em vista, não apenas ao seu passado, mas o que podem agregar valor.


Que valor seria este? Trata-se de uma grande incógnita pois apesar da evidência generalizada do nosso valor perante a sociedade, dentro desta seria muito relevante descobrir quais fatores fazem ou não Valorizar a Profissão, uma bandeira deflagrada, mas de difícil identificação do que se trata, ou melhor, quais seriam estes fatores, de modo a operacionalizá-los melhor orientados à ações efetivas dentro do Sistema.


Sobretudo por ser confundido esta propalada Valorização, estar mais orientada ao Sistema (endogenia) e não à sociedade. E por ser de abrangência nacional, muitos fatores locais nos enriqueceriam ao colher tais resultados. Assuntos FEBRAE e SOEA Então se trataram assuntos mais ligados à ACE, como, por exemplo a proposta da FEBRAE a uma parceria de locação no novo espaço da ACE para criar uma filial em Florianópolis (talvez a representando no Sul do Brasil) tendo em vista sua condição de Declaração de Utilidade Pública Federal que a isentaria de impostos em geral. Tal arranjo patrimonial pode ser verificado com atenção para ter validade legal e usufruir destas viabilidades gerais. Retomando a pauta das PRECURSORAS, e colocando pela ordem de importância, se teve o contato com nosso ex-conselheiro (também ex-professor da UFSC) Eng Eletricista Edson F Macedo.


Sendo um conhecedor erudito do Sistema CONFEA CREA com publicações relevantes, muito conhece sobre este assunto me foi passado em termos de publicações, no caso, sobre o assunto em tela. Além do mais, foi o coordenador dos CNP da primeira até a décima edição. Recomendou que, segundo seu conhecimento que as PRECURSORAS devam estar alocadas no CDEN. Em seguida, ainda sobre PRECURSORAS, muitas reuniões desde o primeiro dia da SOEA. Partindo dos entendimentos prévios do Coordenador, Eng Enaldo, tínhamos um local e horário específicos para nos reunirmos durante o evento. Mas no segundo dia isto não ocorreu, então fomos obrigados a usar uma mesa da praça de alimentação….entretanto o conselheiro federal Eng Genilson (MA), nos detectou nesta precariedade e nos arranjou espaço adequado.


O centro das discussões naturalmente foi para conseguirmos que o CONFEA endosse nosso regulamento em reunião do órgão pertinente (Comissão de Assuntos Interinstitucionais, CAIS) de modo que possamos, finalmente submetê-lo à Plenária. Assim ocorrendo, ficaremos mais fortalecidos para usufruímos de mais benefícios e aos correspondentes encargos. Fica, então a mesma indagação acima: Como demonstrar nossa importância ou valor para Sistema? Com isso a ACE expôs o ponto seu ponto de vista no sentido de que as PRECURSORAS têm muito a contribuir ao Sistema, embora tenha-se incerteza de qual maneira e como se inseriu nas inegáveis e variadas contribuições à sociedade; estes nossos evidentes diferenciais com relação às demais entidades do Sistema caracterizam o que a ACE denomina de "valor agregado"; esta definição necessita explicitação e seus Fatores Críticos do Sucesso.


Em seguida, nossa entidade antecipou-se por apresentar um caminho para descobrir quais seriam os fatores que conduziram a tal valor intangível de modo que não apenas seja revelado, mas também com qual intensidade a sociedade estaria valorizando o trabalho dos profissionais do Sistema nestes fatores; com isto, o Sistema tem muito a lucrar pois pode empreender ações de Valorização Profissional com muito foco, ao contrário do que se verifica hoje. E, de concreto, como este trabalho poderia ser deflagrado e conduzido às demais PRECURSORAS. O início pode ser dado por meio da transformação da preservação dos documentos da ACE em Convênio de Cooperação com o CREA SC em um Projeto Piloto de modo que sirva para às demais entidades espalhadas pelo Brasil e se consiga um Valor Agregado Nacional.


Como resultado de todas as reuniões, decidiu-se pelo estreitamento dos contatos de nossos colegas de precursoriedade com seus Conselheiros Federais além de contato com nosso próprio presidente do Sistema, também com os conselheiros envolvidos na instância imediatamente anterior à da Plenária (no CAIS), com o objetivo de se reconhecer nossas regulamentações, como se sabe, à espera de apreciação pela Plenária do Sistema. Assim sendo, alguns dos delegados do estado do Paraná se dispuseram a prestar estas providências pela proximidade do executivo máximo, Prof Joel Krüger





7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page