NOTÍCIAS DA ACE

Após reunião com operadores de infraestrutura, Tarcísio garante:“Hora de investir no Brasil é agora"


Crédito: Lais Vita/MInfra
Crédito: Lais Vita/MInfra

Delegação brasileira segue agora para dois dias de reuniões na Espanha depois de passar por França e Itália


“Ahora de investir no Brasil é agora”, destacou Tarcísio Gomes de Freitas após um dia de reuniões no roadshow que está sendo promovido pelo Ministério da Infraestrutura na Europa para apresentar a carteira de projetos de concessões do Governo Federal. Em Milão (ITA), o ministro da Infraestrutura se reuniu com operadores importantes e que já conhecem o Brasil, como Gavio, Atlantia e Zurich Airports, e ouviu elogios quanto à sofisticação dos novos contratos.


“Teremos excelentes resultados nos próximos leilões. Esse é um programa que vai transformar o futuro do Brasil”, afirmou Tarcísio, em referência ao que ainda está por vir. No fim de outubro, o Governo Federal, por meio do Ministério da Infraestrutura, iniciou a Super Infra, temporada de grandes leilões que começou com a relicitação da rodovia Dutra, em conjunto com a Rio-Santos, e ainda outros sete ativos até dezembro.


Desde domingo (7) a delegação brasileira, liderada pelo ministro da Infraestrutura, está na Europa para apresentar a carteira de projetos a operadores mundiais e fundos soberanos de investimentos. Depois de Paris e Milão, o roadshow vai a Madri, na Espanha, para mais dois dias de rodadas, antes da continuação da agenda no Oriente Médio.


REFORÇO – Na Itália, Tarcísio Freitas reforçou a robusta carteira de projetos do MInfra, com concessões importantes previstas para 2022 e também para 2023. “Não vai a ver nenhum tipo de interferência no calendário eleitoral naquilo que está programado”, salientou o ministro.


Pelo cronograma do MInfra, o próximo ano será marcado pela sétima rodada de leilões aeroportuários (R$ 8,5 bilhões em investimentos); desestatizações portuárias – inclusive a do porto de Santos, podendo alcançar até R$ 16 bilhões de investimentos; e seis lotes das rodovias do Paraná (R$ 44 bi); entre outros projetos, com potencial de somar mais de R$ 160 bilhões em investimentos à infraestrutura de transportes do Brasil.


Assessoria Especial de Comunicação Ministério da Infraestrutura

48 visualizações0 comentário