top of page

NOTÍCIAS DA ACE

Carta aos candidatos é aprovada por Plenário do Confea

Última atualização em 24/08/2022 às 14:12 horas

Infraestrutura, inovação tecnológica e atuação profissional são as três vertentes prioritárias da carta aberta aos candidatos políticos de 2022 do Sistema Confea/Crea e Mútua, intitulada “Compromisso com o desenvolvimento do Brasil”. Após ter sido aprovada por unanimidade no colegiado que reúne os presidentes dos Creas, a Carta retornou ao Confea, foi avaliada pela Comissão de Articulação Institucional do Sistema – Cais e, nesta manhã (24/8), foi objeto de análise do Plenário. As três vertentes da Carta estão em consonância com os eixos temáticos do 11º Congresso Nacional de Profissionais.

Conselheiro federal que coordena a Cais, eng. eletric. Evânio Nicoleit
Conselheiro federal que coordena a Cais, eng. eletric. Evânio Nicoleit

“O documento reafirma o compromisso do Sistema em colocar a favor do Brasil a experiência técnica e normativa acumulada ao longo dos seus 89 anos, na proteção da sociedade”, disse o conselheiro federal que coordena a Cais, eng. eletric. Evânio Nicoleit, ao ler a deliberação. “A carta dispõe sobre propostas de políticas públicas associadas ao exercício das profissões envolvidas pelo Sistema Confea/Crea”.

Conselheiro federal eng. civ. Gilson Queiroz
Conselheiro federal eng. civ. Gilson Queiroz

“Creio que nossa participação política tem que aumentar. Nossa pauta está no Congresso e precisamos de mais parlamentares comprometidos com ela”, afirmou o conselheiro federal eng. civ. Gilson Queiroz, após defesa da conselheira federal eng. agr. Andréa Brondani sobre a necessidade de o Conselho ser apartidário. “O Plenário tem obrigação de defender a democracia e a constituição, seja nas eleições do Sistema ou nas gerais do Brasil”, completou Queiroz.

Presidente do Crea-PI, eng. agr. Ulisses Filho
Presidente do Crea-PI, eng. agr. Ulisses Filho

“Esta é uma carta política, porém não partidária. Trata-se de uma interlocução com o setor político, para vermos se eles estão realmente interessados em valorizar a Engenharia”, pontuou o presidente do Crea-PI, eng. agr. Ulisses Filho, coordenador do Colégio de Presidentes. “Se não buscarmos a política, ela vai nos atropelar. Temos que dizer o que a Engenharia precisa para fazer este país crescer. Quem produz é a Engenharia, a Engenharia é a mola propulsora”, acrescentou o conselheiro federal eng. eletric. Genilson Pavão. O texto foi aprovado por unanimidade.

Presidente do Confea em exercício, eng. civ. João Carlos Pimenta
Presidente do Confea em exercício, eng. civ. João Carlos Pimenta

Ainda pela manhã, os conselheiros fizeram seus informes e os das comissões (deliberativas e temáticas) e dos grupos de trabalho. Também apreciaram três decisões tomadas ad referendum do Plenário pelo presidente em exercício, eng. civ. João Carlos Pimenta. Primeiro a se apresentar no dia, o diretor-presidente da Mútua, eng. agr. Francisco Almeida, abordou as novidades da Caixa.

“Em comparação com agosto de 2021, crescemos 12% em números de associados, mesmo sem agência de publicidade contratada”. Entre outros anúncios, Almeida divulgou que o plano de previdência privada da Mútua, o Tecnoprev, teve sua taxa de administração reduzida e que o período de carência agora é de um mês, não mais de um ano. Outro destaque é o projeto do Portal da Empregabilidade, que pretende criar conexões entre contratantes e profissionais, além de oferecer cursos. “Está sendo estudado há seis meses para podermos licitar”, disse Almeida.

À tarde, os conselheiros se dividem nas Comissões. O Plenário completo volta a se reunir nesta quinta-feira (25/8), às 9h. Acompanhe ao vivo em: youtube.com/ConfeaOnline

Beatriz Craveiro Equipe de Comunicação do Confea Fotos: Marck Castro

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page