NOTÍCIAS DA ACE

Carta do tema Aeroportos para o evento Jornadas Técnicas de Infraestrutura - INFRA 2022


Apresentação da Carta do tema Aeroportos, abordada ao final do quarto dia (24/06/2022) do evento Jornadas Técnicas de Infraestrutura - INFRA 2022. Sugestões serão muito bem vindas, salientando que as mesmas serão sujeitas a analise pela Diretoria e Presidência da ACE, onde serão decididas e potencialmente selecionadas.

________________________________________________________________________

Carta da INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA no evento INFRA 2022: conclamação


Na esteira da comemoração dos 88 anos da ACE, dando sequência a uma série de eventos sobre Infraestrutura, nossa Associação quer se irmanar aos principais atores e manifestar sobre suas demandas frente ao Tópico INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA.


Nosso estado situa-se diferenciadamente no cenário econômico do país por sua pujança advinda de diversidade de produtos entre os quais se destacam os de alta agregação de valor. Entretanto, ainda se depara com enorme dificuldade do escoamento de seus produtos alto valor agregado e pessoas devido a causas bem básicas; primeiro por um sistema de transporte concentradamente rodoviário;


segundo por esta malha estar em muitos trechos, carecendo de qualidade por problemas de manutenção das pistas e capacidade de tráfego comprometida em muitos trechos. Com isto, os custos logísticos situam nossos produtos em situação de risco de competitividade internacional; a perda de compromissos de pessoas e outras falhas na logística impedem perfeitos agendamentos e contatos.


Por outro lado, os nossos aeroportos também ficam prejudicados pelo rápido crescimento da economia, não acompanhado pelos outros modais e também pela carência de atualização do planejamento. As pessoas necessitam se deslocar, mas os modais terrestres e sua base rolante ou estão congestionados (rodovias) ou inexistem (ferrovias adequadas). E nossos acidentes rodoviários, apesar de malha muito inferior às de Minas Gerais e São Paulo, disputamos um troféu negativo condenável: tem períodos que morrem mais gente por aqui.


Atualizar -- como um processo rotineiro -- o Plano de Infraestrutura Aeroportuária se torna uma prioridade considerável, assim como alinhar com outra pontualidade. Lutar pela demorada, mas necessária segunda pista de Navegantes frente ao poderio político do Paraná para terceira pista do Afonso Pena (São José dos Pinhais) pode inviabilizar o nosso por muitos anos. Sua altitude (ao nível do mar) nos põe em sensível superior viabilidade técnica, mas somente este fator o torna vulnerável a outras demandas; mesmo a tri- modalidade existente, alinhado a tetra-modalidade futura, entretanto, o faz alvo preferencial de manobras políticas contrárias.


Florianópolis, 24 de junho de 2022

________________________________________________________________________



6 visualizações0 comentário