NOTÍCIAS DA ACE

Carta do tema Ferrovias para o evento Jornadas Técnicas de Infraestrutura - INFRA 2022


Apresentação da Carta do tema Ferrovias, abordado ao final do segundo dia (22/06/2022) do evento Jornadas Técnicas de Infraestrutura - INFRA 2022. Sugestões serão muito bem vindas, salientando que as mesmas serão sujeitas a analise pela Diretoria e Presidência da ACE, onde serão decididas e potencialmente selecionadas.

________________________________________________________________________

CARTA DAS FERROVIAS PARA O EVENTO INFRA 2022: CONCLAMAÇÃO


Na esteira da comemoração dos 88 anos da ACE, dando sequência a uma série de eventos sobre Infraestrutura, nossa Associação quer se irmanar aos principais atores e manifestar sobre suas demandas frente ao Tópico FERROVIAS. Nosso estado situa-se diferenciadamente no cenário econômico do país por sua pujança advinda de diversidade de produtos entre os quais se destacam os de alta agregação de valor.


Entretanto, ainda se depara com enorme dificuldade do escoamento de seus produtos devido a causas bem básicas; primeiro por um sistema de transporte concentradamente rodoviário; segundo por esta malha estar em muitos trechos, carecendo de qualidade por problemas de manutenção das pistas e capacidade de tráfego comprometida em muitos trechos.


Com isto, os custos logísticos situam nossos produtos em situação de risco de competitividade internacional.


Por outro lado, os portos do nosso estado também ficam prejudicados pelo rápido crescimento da economia, não acompanhado pelo equilíbrio com outros modais e também pela carência e deficiências das ferrovias que, pelas cargas deveriam ter participação ferroviária efetiva e não apenas como está.


Apesar de considerado como o mais flexível de todos, o rodoviário está com seus eixos principais, ou seja, o litorâneo (BR 101) e os interiores (BR 282, 470 e 280) esgotado em sua capacidade, e mesmo após a recente duplicação da BR 101, a qual já se encontra praticamente esgotada em capacidade; e que isto irá se suceder rapidamente com a BR 470 assim que sua duplicação terminar.


Com a constatação de que nosso estado mais uma vez foi excluído do PNL na questão de Ferrovias, ainda restam as sugestões de que o gargalo do Morro dos Cavalos seja eliminado, base para viabilizar a inclusão da Ferrovia Litorânea, também com relação à Ferrovia Leste-Oeste (vulgarmente chamada do Frango, mas que transportará muitos outros produtos), se transformam nas maiores prioridades.


Deve-se acrescer que nosso litoral sempre foi forte atrativo fazendo com que a inclusão deste potencial turístico aumentará em muito sua viabilidade econômica.


Sobretudo e ademais, propugna-se que o Estado e as Empresas se concentrem numa pauta única de prioridades e seus respectivos estudos e projetos incluídos para os devidos pleitos às autoridades; para tanto, torna-se necessário que se faça, além dos projetos (estudos e outras formas de viabilizar obras), uma pauta unitária a ser apresentada a potenciais investidores, além do estado, pois agora se permite este aporte privado.


Florianópolis, 22 de junho de 2022

________________________________________________________________________



8 visualizações0 comentário