NOTÍCIAS DA ACE

Confea apoia debate sobre desenvolvimento sustentável de hidrovias



O Auditório da Mútua – Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea em Brasília (DF) receberá, nos dias 23 e 24 de novembro, uma nova edição dos Diálogos Hidroviáveis – Programa de Integração de Iniciativas para o Desenvolvimento Sustentável da Navegação e das Hidrovias Brasileiras. Com apoio institucional do Confea, a agenda é destinada à promoção do transporte aquaviário e irá debater temas sobre o potencial da navegação interior e seu impacto econômico e social para o transporte de cargas gerais, o escoamento da produção agropecuária e o turismo no Brasil.


A abertura do evento, que também será transmitido ao vivo no dia 23, às 19h, contará com participação de importantes lideranças nacionais. O assunto central será o atual desafio para conciliar os usos múltiplos dos recursos hídricos no país, notadamente neste momento de crise hídrica, que afeta o objetivo de implementar e operar de forma permanente diversas hidrovias.


Já no dia 24, o painel Desafios Técnicos e Operacionais das Principais Obras Hidroviárias no País e seu Impacto no Agronegócio e no Turismo debaterá a questão da engenharia necessária para superação dos desafios naturais que se apresentam para implantação das vias navegáveis de forma perene, nos diversos rios brasileiros. São inúmeros casos em que a natureza desafia o conhecimento e a genialidade dos engenheiros para superação dos obstáculos, demandando estudo, inovação e criatividade. Este painel conta com a parceria do Confea e terá a presença do presidente eng. civ. Joel Krüger a partir das 11h. O diálogo terá ainda participação de representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Ministério da Agricultura (Mapa), Ministério do Turismo (Mtur) e Instituto de Engenharia de São Paulo.


Confira a programação e mais detalhes sobre os painéis


Acompanhe ao vivo


O programa Diálogos Hidroviáveis percorre diversos estados onde o estímulo à navegação tem forte potencial para promover o desenvolvimento econômico e social em diversas áreas, com destaque para a agricultura e o turismo.


De acordo com o recente 12º Levantamento da Safra de Grãos 2020/2021, divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a produção brasileira de grãos este ano poderá chegar a 260,8 milhões de toneladas. O Mato Grosso é o estado que tem a maior produção nacional de soja e milho, mas apenas 25% do transporte desses grãos será feito por ferrovias e hidrovias, modais de transporte com custo bem inferior ao modal rodoviário. Se ferrovias e hidrovias fossem mais usadas para escoamento da produção agrícola para longas distâncias, os custos com fretes seriam reduzidos na ordem de 30%, caso se optasse pelo modal ferroviário; e poderia chegar a 60% de redução, caso o modal hidroviário fosse utilizado. Saiba mais sobre o assunto em http://hidroviaveis.com.br/


Equipe de Comunicação do Confea, com informações da organização do evento

13 visualizações0 comentário