NOTÍCIAS DA ACE

[De olho no golpe] Conheça os principais golpes usando o Pix


Você já deve ter ouvido falar muito sobre o Pix. Ele é o novo meio de pagamento digital e instantâneo, criado pelo Banco Central do Brasil, que possibilita transferências eletrônicas imediatas, com muito mais agilidade e praticidade.


De maneira geral, o Pix funciona como uma transferência normal (como TED ou DOC), mas o dinheiro cai na conta na hora e as transações podem ser feitas em qualquer horário, 24 horas por dia. Mas é claro: com ele, também surgiram novos golpes.

Começando pelo mais importante: o Pix é seguro?


Sim, pois ele segue as regras de segurança do Banco Central, com os mesmos protocolos já usados em TEDs e DOCs. O Pix é seguro, o risco está em golpes dados em outras redes, como WhatsApp, Facebook, SMS.


Alguém pediu um Pix com urgência? Pode ser golpe!


Uma fraude que está sendo muito praticada começa com a clonagem de contas no WhatsApp ou redes sociais. Depois, o golpista manda mensagem para os contatos da vítima, se passando por ela, dizendo que precisa fazer um pagamento urgente e está com dificuldades (por problemas no aplicativo da instituição financeira, por exemplo). Com isso, o criminoso solicita que o contato faça o pagamento, com o argumento que o valor será enviado depois.


O clone de contas costuma ser feito após a vítima clicar em um link suspeito ou informar algum código de segurança, que possibilita o acesso do golpista em suas contas. Lembre-se, a Cooperativa NUNCA:


❌ Solicita – pessoalmente, por telefone, chat ou e-mail – as suas senhas de acesso (seja de conta on-line, aplicativo ou cartões);


❌ Solicita acesso a sites para procedimentos de segurança ou atualizações de senhas;


❌ Publica links ou dicas em outros perfis.


Leia também: “Aprenda a reconhecer sites e aplicativos falsos

Lembre-se sempre de conferir os dados informados no app


Antes de enviar o Pix, o aplicativo da Cooperativa sempre irá pedir para você confirmar os dados do destinatário. Confira com muita atenção e evite o pagamento caso veja algo suspeito.


Caso seu celular seja roubado, não se preocupe: o criminoso só consegue fazer Pix com a senha do App Ailos. Então sempre crie senhas seguras, difíceis de serem descobertas, e nunca as deixe escritas em algum papel perto do celular, por exemplo.

Identificou alguma situação suspeita ou tem alguma dúvida? Entre em contato com o seu Posto de Atendimento, mande um e-mail para notifique@ailos.coop.br ou ligue para o SAC 0800 647 2200.


Fonte: CREDCREA

23 visualizações0 comentário