top of page

NOTÍCIAS DA ACE

Entendendo os Diálogos Hidroviáveis

A utilização preponderante do modal rodoviário principalmente para o transporte de commodities, e para grandes distancias, significa um alto custo para o estado e a sociedade brasileira. O referido Modal possui maior custo no transporte, maior emissão de poluentes, mas que repassa a sociedade e ao estado três outros custos muito altos a toda sociedade, que são: os estragos que provocam com seus veículos pesados nas estradas federais e estaduais, o significativo número de acidentes e a necessidade de o estado subsidiar o óleo diesel para este modal. Nossa posição a este modelo deve-se-o colocar como complementar, graças a possibilidade de se aliar também ao ferroviário e aeroviário, compondo uma logística de redução generalizada de custos, em especial, econômicos e ambientais, sem impactar negativamente o social.


A Agência de Desenvolvimento Sustentável do Corredor Centro-Norte (ADECON) tem como visão o reconhecimento como indutora das ações para o desenvolvimento econômico, social e ambiental do Corredor Centro-Norte, pelo seu sucesso, expandindo-o ao Brasil. Tem como missão, o fomento do desenvolvimento sustentável dos Estados do Brasil, tendo iniciado pelos Municípios do Corredor Centro-Norte, promovendo a intensa utilização e melhoria da Infraestrutura e dos Modais de Transportes, incentivando as cadeias produtivas e impactando positivamente no cotidiano das pessoas, empresas e governos. A ADECON se compromete com a ética e a integridade tendo o intuito de transmitir a conformidade para sociedade civil, setor privado e governo que devamos garantir o atuar e o fazer do que seja certo.

Devido suas dimensões continental, o Brasil se torna um país com o maior potencial do mundo em transporte por navegação interior. Para efetivar esta promessa, cada região tem suas peculiaridades, vantagens e desvantagens se olharmos esta modalidade aquaviária agregando a logística da multimodalidade de transporte. Como as realidades são diferentes, a estratégia adotada será a tematização dos debates conforme a demanda, promovendo maior participação de todos atores desta comunidade e a aderência aos seus anseios. Em Brasília, foram abordados temas de repercussão nacional, que afetam todas as hidrovias. Na fase itinerante, as temáticas vão se ajustando – por auscultamento, a tradição consagrada dos Diálogos Hidroviáveis – às realidades locais de cada região, mantendo coerência e linearidade com os avanços conquistados, e serão a base para elaboração da programação.




16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page