NOTÍCIAS DA ACE

Entrevista com Prof. Dr. Bernardo Meyer sobre o Observatório de Mobilidade Urbana da UFSC

Em entrevista exclusiva para o Informativo da ACE, o Prof. Dr. Bernardo Meyer (Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC) fala sobre o desenvolvimento do ônibus solar da WEG e políticas públicas para sustentabilidade ambiental no transporte público.


Qual a visão do Observatório de Mobilidade Urbana da UFSC sobre o desenvolvimento do ônibus solar anunciado pela empresa catarinense Weg?


O Observatório de Mobilidade Urbana da UFSC vê com muito entusiasmo a pesquisa e o desenvolvimento de soluções sustentáveis para o transporte público urbano. Isso aliás é um imperativo nos dias de hoje. Faz-se necessário avançar na agenda de sustentabilidade aplicada ao transporte urbano de modo a contribuir para a preservação do meio ambiente e a melhoria da qualidade de vida das pessoas nas cidades. Nossa equipe na UFSC vem estudando opções de abastecimento e de infraestrutura necessárias para que a adoção futura de um modelo de "ônibus não poluente" não provoque qualquer prejuízo à eficiência operacional ao sistema de transporte público da grande Florianópolis.



Como o Observatório de Mobilidade da UFSC avalia a promoção de políticas públicas voltadas para sustentabilidade ambiental no transporte público?


No Brasil tem havido pouco investimento no sentido de aproximar o país das práticas sustentáveis observadas em outros países. Ainda que crescentes, ainda são poucas e tímidas as iniciativas de promoção de uso de modais não motorizados e de uso de fontes de energia não poluentes para o transporte urbano nas cidades. Mesmo no contexto latino americano, é possível ver outros países avançando com maior rapidez na adoção de ônibus movidos a energia elétrica para o transporte público de passageiros. As cidades de Bogotá na Colômbia e Santiago do Chile, por exemplo, tem revelado postura inovadora no uso de ônibus elétricos. A capital colombiana possui mais de 600 ônibus elétricos, enquanto a capital chilena tem cerca de 300.

106 visualizações0 comentário