NOTÍCIAS DA ACE

Homenagem a Aragão marca início do Colégio de Presidentes

Brasília, 1º de setembro de 2021.



Uma nota de pesar e decreto de luto por três reuniões do Colégio de Presidentes (CP) – com a bandeira do Brasil a meio mastro – foram aprovados por aclamação nesta manhã (1/9) durante reunião do colegiado que reúne os dirigentes de todos os Creas e da Mútua. A homenagem se refere ao engenheiro civil Antonio Carlos de Aragão, que, então à frente do Crea-PB, faleceu no último dia 14 de agosto. Aragão foi coordenador do CP em 2019 e 2020.


Coordenador do Colégio de Presidentes, eng. civ. Afonso Lins (Crea-AM)
Coordenador do Colégio de Presidentes, eng. civ. Afonso Lins (Crea-AM)

“Ele será o eterno coordenador do CP. Deixou-nos de maneira muito rápida e já está fazendo muita falta. Era um líder nato”, pontuou o atual coordenador do grupo, eng. civ. Afonso Lins, presidente do Crea-AM, antes da exibição do vídeo em homenagem a Aragão.



Vitória da Engenharia

Entre os informes do Confea, o presidente do Federal, eng. civ. Joel Krüger, enfatizou os resultados da atuação parlamentar do Sistema Confea/Crea e Mútua. Celebrou a retirada, pela Presidência da República, da Proposta de Emenda à Constituição 108/2019 da pauta do Congresso Nacional; e a aprovação da Medida Provisória da Desburocratização (MP 1040/2021) com as demandas da Engenharia atendidas.


Presidente do Confea, eng. civ. Joel Krüger
Presidente do Confea, eng. civ. Joel Krüger

“Foi a maior mobilização que tivemos até hoje no Congresso Nacional e teve um efeito fulminante. O próprio governo se assustou com a mobilização e nos chamou para negociar. Eles sentiram o impacto. No Senado, tivemos 20, 30 emendas atendendo nossas demandas, não foram poucas. E isso é raro. Foi muito bonito”, pontuou Krüger, ao agradecer a atuação de todos os agentes do Sistema Confea/Crea e Mútua que mantiveram audiências com líderes de suas bancadas, entre outras ações de mobilização. “Foi uma vitória maravilhosa e só ganhamos porque nos mobilizamos”.

Anfitrião da reunião, eng. civ. Emanuel Mota, presidente do Crea-CE
Anfitrião da reunião, eng. civ. Emanuel Mota, presidente do Crea-CE

Entre as propostas que estão em pauta no Congresso Nacional pelas quais o Confea se posiciona a favor, Krüger ressaltou o Marco Regulatório da Geração Distribuída e a regulamentação da inspeção predial. “Ambos os textos têm alto impacto na economia e na Engenharia, estamos trabalhando fortemente por sua aprovação”. Antes de passar a palavra, Krüger rememorou a última vez que o colegiado esteve reunido, em Cuiabá, no início de julho, quando foram feitas diversas videochamadas com senadores da República. “Com tantos assuntos para cuidar, esses parlamentares tiraram um tempo para se sentar à mesa conosco. Isso ilustra a força do nosso sistema profissional”, considerou.


Mesa diretiva
Mesa diretiva

Programa Mulher e Mútua

Ainda pela manhã, os presidentes dos Creas do Amapá, eng. civ. Edson Kuwahara, do Distrito Federal, eng. civ. Fátima Có, e do Rio Grande do Norte, eng. civ. Ana Adalgisa Paulino, receberam certificado alusivo à implantação do Programa Mulher no Crea. “Com isso, o Programa está implantado nos 27 Creas”, celebrou Krüger.

Diretor-presidente da Mútua, eng. agr. Francisco de Almeida
Diretor-presidente da Mútua, eng. agr. Francisco de Almeida

Também foi nesta manhã a primeira participação do eng. agr. Francisco de Almeida como diretor-presidente da Mútua. “A Caixa de Assistência não é banco. Nosso objetivo é acolher. A Caixa é um órgão de conhecimento, de pecúlio de fornecimento de benefícios. Vamos trabalhar nesse sentido”, pontuou Almeida, que tomou posse do novo cargo no último dia 24. Até ano passado, Almeida integrava o CP na condição de presidente do Crea-GO.


Beatriz Craveiro Equipe de Comunicação do Confea Fotos: Henrique do Vale/Confea

13 visualizações0 comentário