top of page

NOTÍCIAS DA ACE

Novo terminal ferroviário em Rio Verde (GO) vai movimentar 3,5 milhões de toneladas por ano

Ultima Atualização em 09/08/2022 às 16:51 horas


Instalações no trecho goiano da Ferrovia Norte-Sul permitirão o escoamento da produção desde o Porto de Santos (SP)

Empreendimento amplia a capacidade operacional da empresa na região Centro-Oeste - Foto: Divulgação/Rumo
Empreendimento amplia a capacidade operacional da empresa na região Centro-Oeste - Foto: Divulgação/Rumo

O município de Rio Verde, em Goiás, passará a ser o principal ponto de transporte de fertilizantes da Malha Central com a inauguração, nesta terça-feira (9), do novo terminal ferroviário voltado para esse tipo de produto. As novas instalações são fruto de parceria entre a concessionária Rumo Logística e a Andali S/A (joint venture formada pelas empresas CHS Agronegócios, BRFértil Fertilizantes e holdings fundadoras), com foco em atender as operações logísticas de fertilizantes.


Com a estrutura, será possível a movimentação a partir do Porto de Santos (SP) até Goiás, por meio da Ferrovia Norte-Sul, administrada pela concessionária. O novo terminal tem vocação para descarga e transbordo ferroviário e contará com os serviços de mistura (industrialização), armazenagem, descarga rodoviária e carregamento a granel. A estimativa anual é de 1,5 milhão de toneladas transportadas via ferrovia e 750 mil toneladas de fertilizantes misturados, gerando cerca de 1 mil empregos diretos e indiretos. A capacidade total de recebimento é de até 3,5 milhões de toneladas por ano.


Com investimentos de R$ 160 milhões por parte da Andali S/A, o empreendimento amplia a capacidade operacional da empresa na região Centro-Oeste, reduzindo custos na cadeia de fertilizantes e gerando avanços na logística do agronegócio brasileiro. A medida também é importante para impulsionar o equilíbrio da matriz nacional de transportes, já que a demanda do agronegócio em Goiás é abastecida majoritariamente pelo modal rodoviário.


Produção

O montante investido no projeto compreende os armazéns, equipamentos de mistura e descarga, prédios de descarga e limpeza de vagões, desvio ferroviário, prédios industriais complementares e prédios administrativos. O acordo entre as empresas prevê que a Andali será responsável pela operacionalização e gestão de toda a infraestrutura do terminal de fertilizantes, enquanto Rumo responderá pelo transporte dos produtos a partir do Porto de Santos com destino a Rio Verde.


Considerado o maior produtor de grãos de Goiás, Rio Verde foi escolhida pela sua posição geográfica estratégica na rota do agronegócio. A cidade será o principal polo de escoamento de grãos, insumos e fertilizantes, atendendo toda a região, além de contar com mão de obra especializada.A Ferrovia Norte-Sul (EF-151) corta o município por um extensão de 93 quilômetros, cruzando a BR-452/GO. No total, o trecho concessionado da Rumo é de 1.537 quilômetros, ligando Porto Nacional (TO) a Estrela D’Oeste (SP)

*Com informações da Rumo Logística


Assessoria Especial de Comunicação Ministério da Infraestrutura


12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page