top of page

NOTÍCIAS DA ACE

Planejamento das Atividades Técnicas da Nova ACE – Primeira Parte: Contribuição dos Associados


A Presidência e Diretoria da ACE gestão 2020-2023, com o objetivo de revitalizar nossa entidade com 88 anos de existência, após muitos percalços (oriundos de dívidas de gestões anteriores por razões várias e falta de condições de trabalho) e luta (de como gerar receitas), elaboraram um plano de ação. Este objetiva o resgate da ACE para a realidade dos tempos atuais, que precisa contar com o apoio importante e necessário dos colegas associados com suas sugestões, considerações e críticas. Considerando que as dívidas em gestões anteriores, as ausências da participação de associados para lutar pela entidade, caracterizadas pelo baixo comparecimento e impossibilidade das manutenções patrimoniais inviabilizaram preservar nosso patrimônio. A crise social ocorre em todas as associações, de todas as naturezas; e isto só se equacionou por redefinições das respectivas atividades.


A venda da sede da ACE foi amplamente divulgada, amparada na lei civil e nos ditames internos. E foi totalmente transparente sem possibilidade de desvios. Temos formada uma Comissão de Investimento dos resultados da venda, que fiscalizará cada passo, desde o que e o porquê comprar, onde e como investir (que se sugere a CredCREA).


A ACE desde esta gestão, tendo se idealizado a partir na Diretoria Técnica da anterior, atuou efetivamente e encontrou novas maneiras de pensar e fazer Engenharia, sempre agregando a classe e associados e nunca dividindo, isto se caracterizou por abordar o maior problema do país, em eventos de Infraestrutura, reconhecidos nacionalmente. Outra da necessidade de busca de novos associados; assim sendo, já demos os primeiros passos no sentido de atender os atuais associados e atrair os próximos; já estamos nesta fase e sem promessas, apenas ação. Mesmo antes de iniciar, já estamos recebendo propostas de adesões.


Dentro destes novos tempos, já estamos conectados há algum tempo ao mundo digital, entendendo e usufruindo do sentido do Big Data, e, de maneira lucrativa, de modo crescente, já que ainda estamos sem espaço adequado para produção de conhecimento e sua alavancagem. Ainda nestas perspectivas, se objetiva por meio da TI atrair os novos profissionais tendo o que entregar a estes algo em retorno, desta forma, a ACE está desenvolvendo um intenso trabalho, preocupada com o novo perfil do Engenheiro, independente da área de atuação, e o que o mercado de trabalho atual exige com as novas tecnologias em constante evolução.


Gestão e suas propostas para avaliação dos associados


1. Continuar o sistema de reuniões preparatórias às da Diretoria oportunizando a todos montar uma pauta com antecedência de 48 horas;


2. Manter os laços técnicos e classistas com o Sistema CONFEA/CREA/MÚTUA e CREDCREA, porém divulgando a MUTUA e CredCREA, continuando a responder aos editais de patrocínio, de modo a manter a classe de Engenharia e agir em tudo que nos compete dentro das finalidades de combater o exercício ilegal da profissão, combater propostas de desregulamentação da nossa profissão e dos demais colegas deste Sistema, dentre outras manobras lesivas ao Sistema;


3. Ampliar o renome da ACE no estado e no país de modo a elevar mais ainda nosso reconhecimento conseguido atualmente no estado, dentro da federalização planejada e consolidada, pois somos entidade estadual e não citadina, como bem indica nossa tradição e feitos;


4. Continuar a trabalhar para o maior reconhecimento e ganhar mais espaço como Entidade Precursora do Sistema em vista dos bons resultados na participação também na FEBRAE bem como continuar nos esforços de transformar a ACE em entidade certificadora de profissionais, matéria gerada em reunião aqui na nossa entidade; a Certificação Profissional significa Valorizar os bons e alijar os profissionais irregularmente do exercício das suas funções e defender muito melhor a sociedade.


5. Atrair novos sócios jovens atuando dentro da Universidade Pública e mesmo das privadas, oferecendo contrapartida nas pesquisas orientadas nas incubadoras tecnológicas, afinal estamos no segundo maior polo de TI do mundo; estamos há mais de um ano escolhendo a melhor parceria baseado nos conhecimentos das nossas lideranças;


6. Efetivar o benchmarking de entidades de sucesso como o instituto de Engenharia do Paraná, o de São Paulo, e outros de modo a trilhar no caminho patrimonial sustentável e consolidável;


7. Focar mais na pesquisa aplicada na Ciência do Mercado Imobiliário já desenvolvida na UFSC pela nossa liderança, matéria inovadora gerada aqui em SC;


8. Estreitar relacionamento com a Secretaria de Habitação situada no Ministério das Cidades, tanto na questão do déficit habitacional (das classes baixas) como também das condições insustentáveis e exclusionárias urbanas, baseada na edição de livros acadêmicos produzidos na ACE sobre Habitação Social (Perspectivas, Bases e Soluções, já distribuído) e Cidades (Inclusivas e Sustentáveis, no prelo);


9. Promover a Inovação Tecnológica na Arquitetura, Engenharia e Construções, seja por palestras, cursos e oficinas tendo em vista da nossa liderança já ter atuado e participado de grupo internacional (CIB), eventos relativos e livro;


10. Consolidar a participação da ACE em entidades afins da Engenharia (e Ciências da Terra) como Floripa Sustentável e Por Floripa, bem como pela segunda vez estar presidindo o Comitê Metropolitano para a Melhoria da Grande Florianópolis – COMDES (em 2019 e neste ano de 2023); exemplo disto se mostrou no item 3, acima;


11. Fortalecer a Academia de Engenheiros de Santa Catarina (AESC), os únicos profissionais da nossa relevância que ainda não possuíam esta entidade, conectada com a ANE (Academia Nacional de Engenharia e agora com um ex-presidente da ACE a presidindo), e a ser conectada com a Academia Sul-americana em criação;


12. Manter e incentivar o modelo clássico de entidade social com encontros mensais temáticos “assistidos” por buffet, comemorar solenemente a data 24 de maio, bem como a do dia do Engenheiro (11 de dezembro)


IMPULSIONAMENTO da ACE

Aguardem a segunda parte do Planejamento das Atividades Técnicas da Nova ACE!





63 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page