NOTÍCIAS DA ACE

Plataforma BIM na pauta da Engenharia e do Fórum de Presidentes dos Creas Nordeste

Última atualização: 22/07/2022 às 10:05 horas

Presidente do Crea-SE, Jorge Roberto Silveira
Presidente do Crea-SE, Jorge Roberto Silveira

O primeiro dia de programação da 4ª Reunião do Fórum de Presidentes dos Creas Nordeste foi marcado por temas relevantes que estão na ordem do dia para a engenharia. É o caso da implementação da plataforma BIM, assunto pautado pelo presidente do Crea-SE, engenheiro civil Jorge Roberto Silveira.

CLIQUE AQUI E CONFIRA MAIS FOTOS NO FACEBOOK DO CREA-SE

O presidente iniciou sua explanação destacando dados que mostram o grau de utilização do BIM e, consequentemente, da digitalização na indústria da construção. “Pesquisa realizada pelo Confea, em parceria com o BIM Fórum Brasil e Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) revela que 16% dos engenheiros do Brasil não conhecem e nunca ouviram falar sobre o BIM, a principal tendência de transformação digital do setor da construção civil em todo o mundo”, pontua ele.

4ª Reunião do Fórum de Presidentes dos Creas Nordeste
4ª Reunião do Fórum de Presidentes dos Creas Nordeste

Para Jorge Silveira, um dos obstáculos à adoção do BIM é justamente a dificuldade de entendimento e a compreensão correta dos benefícios dessa mudança. “A adoção dessa tecnologia possibilita ganhos expressivos em produtividade na construção civil; economicidade nas compras públicas e mais transparência nos processos; confiabilidade no planejamento, como cronograma e custos; redução de aditamentos contratuais; redução de desperdícios e da pegada de carbono; mais rigor técnico; possibilidade de customização e redução de prazos de entrega”, esclarece o presidente do Crea-SE.

Outro desafio apontado pelo presidente Jorge Silveira, nesse processo de mudança é a capacitação de profissionais da engenharia pública. “O Confea criou um Grupo de Trabalho, do qual sou integrante, que tem como uma metas estudar meios legais para que o Conselho Federal possa contribuir, inicialmente com as prefeituras, na capacitação de profissionais. O GT está focado na questão e em breve apresentará resultados” , afirma .

Obras inacabadas

A situação das obras públicas inacabadas no país também foi assunto destacado pelo presidente Jorge Silveira. “Muitas Prefeituras são obrigadas a devolver ao governo federal, recursos financeiros que deveriam ser investidos em obras públicas. Esta situação acontece por diversos motivos, entre eles, falta ou má elaboração de projetos; orçamentos falhos; editais elaborados de forma equivocada ou com ausência de informações importantes, além do não atendimento aos prazos legais. O Crea-SE em parceria com o Projetar-SE vai promover cursos de capacitação aos profissionais que fazem parte do quadro funcional das prefeituras, nas áreas de projetos e fiscalização com o objetivo de contribuir para a mudança dessa realidade que atinge os cofres de muitas prefeituras no Estado e causa sérios prejuízos a sociedade”, ressalta Jorge Silveira.

Em abril deste ano, um diagnóstico de obras paradas/paralisadas ou inacabadas, mensurado pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), mapeou a situação das obras públicas sob responsabilidade dos governos municipais que se encontram paradas. O levantamento mostra quase 7 mil obras paradas, com custo estimado em R$ 9,32 bilhões. São escolas, postos de saúde e casas populares que não foram concluídas.

Coord. do Fórum e presidente do Crea-AL, Rosa Tenório
Coord. do Fórum e presidente do Crea-AL, Rosa Tenório

Conduzida pela coordenadora e presidente do Crea-AL, engenheira civil Rosa Tenório, a 4ª Reunião do Fórum de Presidentes dos Creas Nordeste também trouxe para discussão temas como o planejamento estratégico; convênio da ABNT, panorama sobre a realização dos encontros preparatórios do CEP realizados pelos Creas, Dívida Ativa e ações da fiscalização. ” A união faz a força, e é nessa premissa que nos reunimos mais uma vez para realinhar e aperfeiçoar ainda mais nossas práticas. Agradeço imensamente a presença dos meus colegas presidentes e mantenho o Crea-AL sempre de portas abertas para o que pudermos ajudar”, destacou Tenório. A reunião será encerrada nesta sexta-feira.

Texto: Iris Valéria de Azevedo (Ascom/Crea-SE)

22 visualizações0 comentário